Bichinho de estimação {livro infantil}

Muitos são os benefícios que o convívio com animais de estimação traz para as crianças.

Quando Théo quis um bichinho de estimação escolheu um hamster e colocou o nome de Zico que é um macaco no desenho Peixonauta.

Zico fez parte da nossa família durante dois anos (até abril).

Théo sofreu (chorooou) com a partida e fez um desenho mostrando as fases do ciclo de vida do seu bichinho de estimação.

Tenho certeza que ele vai levar essas lembranças na memória.

Mês passado, a editora Paulinas lançou o livro Bichinho de estimação da escritora Edméa Campbells.

Théo leu a história em menos de 15 minutos e já veio me mostrar a última página achando engraçado o desfecho!

Dona Vaca encontrou o Potrinho andando muito triste pelo pasto. Ele havia perdido seu bichinho de estimação. A Vaca resolveu ajudar o amigo a procurar pelo seu bichinho. No meio do caminho encontraram outros animais que também quiseram ajudar. O Macaco, o Pato, o Porco, a Formiga, o Galo, o Gato, todos queriam ajudar o Potrinho a solucionar o mistério. Será que eles conseguiram?

O livro faz parte da coleção “Livros divertidos – Série cadê?” e tem ilustrações aquareladas da desenhista Cris Eich.

Guia para pais e educadores {Infância vivenciada}

Estamos na Semana Mundial do Brincar, uma mobilização que tem como objetivo promover a consciência sobre a importância do brincar. Quem organiza a ação é a Aliança pela Infância, um movimento internacional por uma infância digna e saudável que chegou no Brasil em 2001.

A infância é a fase mais bela da vida. Por isso, valorizo pequenos gestos como mandar um bilhetinho na lancheira ou até mesmo dançar com meu filho. Sei que estou construindo com ele suas memórias afetivas. Ah, o bolo de cenoura com cobertura de chocolate!

Infância COM infância

A psicóloga Patrícia Gimael e a arte-educadora Selma de Aguiar realizaram vários cursos dentro do movimento da Aliança pela Infância e esse projeto acabou virando um livro intitulado Infância vivenciada, publicação da editora Paulinas que me enviou um exemplar.

A criança quer e precisa ter vivências reais e saudáveis.

É um manual que descreve as diversas etapas do desenvolvimento infantil, inclusive, a puberdade e a adolescência. O objetivo é incentivar uma educação lúdica e de valores éticos. Tem versos, histórias, canções, receitas, trabalho manuais (com moldes), confecção de brinquedos e até sugestões para comemoração de aniversário.

Apesar de eu não ser pedagoga (se bem que minha sogra diz que eu tenho jeito de professora), sempre estou buscando conhecimento na área. Justamente, porque gosto de acompanhar com entendimento as fases que Théo passa. E acredito que muitos pais também busquem esse tipo de orientação.

A mãe não  é só aquela que oferece alimento físico, que se esforça para oferecer a melhor educação, mas ela mesma é a portadora da substância que alimenta a alma do seu filho.

Leitura para os pequeninos

O que cabe na barriga de um gatinho? E na cabeça de uma criança?

Cabe… Fê vai mostrar que cabe tudo o que a imaginação quiser!

O livro faz parte da coleção Criantiva da Paulinas Editora.

Com uma linguagem descontraída e ilustrações bem coloridas, os pequeninos vão se divertir!

É uma história engraçada e lúdica, desenhada pelo autor, o próprio Fê.

Uma boa leitura para despertar a curiosidade e criatividade!

Sobre lixo e livros

Se tem uma coisa que eu desejo ardentemente que Théo leve para a vida é o gosto pela leitura.

Sempre gostei. Li durante a gestação (no meu repouso). Li amamentando (na minha licença).

Quando ele ainda nem entendia o que tudo aquilo queria dizer.

Até que ele passou a entender e… Ler. Eu? Continuo lendo para ele.

Confesso que me empolgo, coloco todo meu lado cênico para fora.

Ontem li Turma do utilixo duas vezes. A primeira, eu quem o chamei.

Depois do jantar, ele. Li. No final, agradeceu (e meu coração se encheu).

O livro faz parte da coleção Sabor de Amizade da editora Paulinas.

A história trata da importância de separar o lixo para a reciclagem.

Personagens bem construídos que arrancam sorrisos e também ensinam.

Assim como Damião, um garotinho aqui de Natal que apareceu no jornal.

Ele ensinou sua mãe a ler, aos 42 anos.

Juntos, ano passado, compartilharam a leitura de mais de 100 livros.

Sandra é catadora de lixo, onde encontra muitos dos livros que tem em casa.

Foi rejeitada na infância e sofreu violência doméstica do marido.

Conheceu o amor através da paixão do filho pelos livros.

Não me contive quando li esta matéria hoje (o choro é livre).

Minha vontade é de ir lá levar mais livros!

O livro mais lindo do universo

Este mês, a Paulinas lançou uma nova edição de um dos livros mais lidos do mundo!

O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, foi traduzido pela escritora Luciana Sandroni especialmente para a editora.

A publicação ganhou capa texturizada e o projeto gráfico tem assinatura do renomado  André Neves.

São 120 páginas, algumas com o tom envelhecido (um resgate à obra original).

pequeno-principe_blogpalavrademae

O livro traz aquarelas originais do autor e, no final, o leitor é convidado para um rápido voo pela vida de Exupéry.

A história do pequeno príncipe traz lições sobre valores universais e provoca reflexões em qualquer idade.

Eu não lembro a primeira vez que li O Pequeno Príncipe (ganhei da minha  mãe).

Quando comecei a namorar meu marido o presenteei com um exemplar.

Então, só quem ainda não tinha um para chamar de seu era Théo.

Que deu muita sorte porque ficou com o mais lindo!

Livro infantil personalizado {EUnoLIVRO}

A leitura é uma viagem que nos leva a lugares incríveis.

E qual é a criança que nunca se imaginou naquela aventura!

Já pensou: uma história em que ela fosse a personagem principal?

Pois existe. O site eunolivro.com.br realiza esse sonho!

Basta responder algumas perguntas sobre os gostos do seu filho.

Por exemplo: a comida preferida de Théo é espaguete!

livro-theo_blogpalavrademae

O enredo é o mesmo, mas o que faz cada história ser única são os personagens!

Théo e o Dragão mostra como enfrentar os medos da infância.

Em poucos minutos preenchi o questionário e em alguns dias chegou.

Théo leu assim que abriu (a encomenda veio no nome dele).

Ele me agradeceu e perguntou como eu o coloquei no livro.

Porque queria ensinar para os amigos como ter um também.

Certamente, um presente especial e inesquecível!

theo-dragao_blogpalavrademae

Um livro sobre a amizade entre dois meninos

Quando recebi a lista dos lançamentos da Paulinas e vi que tinha livro do Fábio Monteiro já o escolhi.

Cartas a povos distantes ganhou o segundo lugar na categoria Juvenil do Prêmio Jabuti 2016.

Eu que já havia me surpreendido com Sertão fiquei ainda mais encantada com as “cartas”.

Assim que o livro chegou, Théo logo ficou interessado. Li para/com ele uma parte à noite e terminamos no dia seguinte.

Giramundo, um garotinho inventivo que viaja na própria imaginação criando até línguas que nem existiam recebe uma carta misteriosa.

Vinda de um lugar bem distante (Luanda) e com poucas informações.

Mesmo assim, foi o suficiente para o início de uma pura e singela amizade.

A cada correspondência, uma nova surpresa e também uma grande coincidência.

Tudo cria forma pelas ilustrações super interessantes de André Neves.

A história começa nos anos 80, quando escrever cartas era bem comum.

96 páginas de muitas emoções, principalmente, porque são realidades distintas.

O amigo distante vive em um lugar que está em conflito (a Guerra Civil Angolana).

Por aqui as coisas são difíceis, mas o amor é maior que nossas dificuldades… Página 33

Este livro é um resgate à infância do autor – também historiador. Inclusive, tem um riquíssimo relato no final da obra contextualizado com fatos e impressos.

Vale mais uma vez ressaltar a beleza do projeto gráfico do também recifense André Neves.

Simplesmente, envolvente e comovente. Por aqui, despertou e muito a curiosidade do meu menino.

premio-jabuti_fabio-monteiro_blogpalavrademae