Dermatologista esclarece dúvidas sobre dermatite atópica

A dermatite atópica é uma dermatose inflamatória crônica que evolui em surtos e tem caráter recidivante, marcada pelo aparecimento de eczemas na pele e muito prurido.

Existem várias formas de dermatite atópica?

A doença é a mesma, mas a distribuição e padrão das lesões eczematosas variam de acordo com a faixa etária. Na dermatite atópica infantil (crianças de 3 meses a 2 anos), o eczema é agudo e localiza-se preferencialmente na face e superfície de extensão dos membros. Já na forma pré-puberal  (crianças de 2-12 anos), as lesões são menos secretivas e surgem principalmente nas áreas flexoras, ou seja, dobras cubitais, poplíteas e pescoço. Por sua vez, a forma adulta (crianças a partir de 12 anos) apresenta lesões mais crônicas, distribuídas em qualquer parte da pele, mas preferencialmente nas áreas de flexão.

A dermatite atópica é uma doença genética, com forte influência de fatores imunológicos e ambientais. Há uma alteração na barreira cutânea, com maior tendência ao ressecamento da pele e aparecimento de lesões pruriginosas. Além disso, há associação com outros quadros de atopia, como asma brônquica e rinite alérgica.

O principal sintoma na dermatite atópica é o prurido, que contribui para o desenvolvimento da dermatite e a ocorrência de surtos da doença. Vários estímulos podem desencadear o prurido: transpiração, variação térmica, alterações emocionais, contato com certos tipos de fibras sintéticas e lã, por exemplo.

O tratamento varia de acordo com a faixa etária da criança e extensão das lesões de pele. A criança com dermatite atópica deve ser acompanhada por médico dermatologista, que deve orientar o melhor hidrantante para seu tipo de pele e prescrever, sempre que julgar necessário, anti-histamínicos, antibióticos e cremes de corticoide.  Mas, em todo caso é fundamental adotar os cuidados com a pele através de algumas medidas simples: tomar banhos mornos e rápidos, usar pouco sabonete, não usar buchas, aplicar hidratante após o banho e dar preferência a roupas e toalhas de algodão.


Dra. Marianne Farache (CRM-RN 6039 / RQE 2254)

Dermatologia Pediátrica pela Escola Paulista de Medicina – UNIFESP

Dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD

www.mariannefarache.dermatosbd.org.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s