Cirurgia de fimose {meu filho fez}

Mãe sofre. Mãe de menino com fimose mais ainda!

A fimose é uma condição fisiológica do sexo masculino.

Entretanto, em alguns casos, tem indicação cirúrgica.

Quando Théo ainda era bebê, o pediatra receitou uma pomada para fazer o exercício de puxar a pele. Ele mostrou como era e eu me lembro de que até sujou a fralda descartável de sangue.

Comprei a pomada, não tive maturidade para tanto e o papai assumiu.

Ainda assim, era bem difícil porque ele se mexia e não dava muito certo.

O tubo estava praticamente cheio quando desisti porque li opiniões contrárias a essa prática.

Segundo o médico dele, até os dois anos o problema poderia ser revertido e após isso eu teria que procurar um cirurgião.

Théo continuou com o excesso de pele até ontem quando, finalmente, foi operado aos sete anos e três meses.

Durante esse tempo todo, não tive coragem suficiente para assumir o risco do procedimento.

Eu tinha medo. Afinal, é irreversível e se trata de uma parte sensível do órgão sexual.

Até o levei a uma consulta, mas não me senti segura e fui protelando.

Duas amigas mães de meninos que fizeram a cirurgia relatavam um porém no meio da história e era isso que me deixava aflita.

A fimose nunca causou dor, acúmulo de sujeira ou infecção urinária.

Mas mesmo assim, era um fantasma me assombrando. Isso mesmo: era.

Finalmente, encontrei um médico que me passou confiança e logo marcamos.

No dia anterior, antes de dormir, expliquei para Théo que de manhã ele tinha um exame.

Ele disse que estava com medo e relembrei que ele já tinha ido lá antes (com quatro anos ele fez uma endoscopia no centro cirúrgico).

Eu também estava ansiosa e preocupada, mas confiante e assim deu tudo certo.

Demorou porque além da espera pelo médico mais duas crianças estavam na fila, mas ele não reclamou nem do jejum.

Théo entrou no centro cirúrgico, deitou-se na maca tranquilamente. Deixou o anestesista segurar á máscara e eu fiquei com o coração na mão quando vi os olhinhos revirando.

Fui para a sala de recuperação, onde estavam as outras duas mães e ficamos conversando.

Uns quinze minutos depois entra o médico brincando comigo e depois lá vem Théo ainda dormindo.

Quando acordou, comeu e logo tivemos alta!

Está bem inchado, dói para fazer xixi e ele toma quatro banhos de bacia por dia.

Agora é cuidar e esperar o anel cair!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s