Conheça os testes para recém-nascidos {triagem neonatal}

A importância da triagem neonatal é detectar precocemente algumas patologias para que seja iniciado o tratamento o quanto antes, muitas vezes antes mesmo da manifestação dos sintomas. Isso siginfica maior chance de cura!

Listei seis testes que podem ser realizados nos recém-nascidos. O primeiro, é o mais antigo e conhecido: o famoso teste do pezinho que detecta doenças metabólicas, genéticas e infecciosas. O último é novidade para mim: teste do quadril. Não precisa de aparelho e o resultado é imediato!

Teste do pezinho

Deve ser feito após as primeiras 48 horas até o quinto dia de nascido. O básico é obrigatório e detecta seis doenças: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, fibrose cística, anemia falciforme, hiperplasia adrenal congênita e a deficiência de biotinidase. As duas últimas foram incorporadas em novembro de 2013. Já o teste ampliado conhecido como Mais é acrescido de mais quatro: deficiência de G-6-PD, galactosemia, leucinose e toxoplasmose congênita. Por fim, o Super, é capaz de detectar até 48 patologias. Ambos são particulares.

Teste da orelhinha

O ideal é que seja feito até o primeiro mês. Não dói, é rápido e pode ser feito até com o bebê dormindo. Um fone, colocado na orelha do bebê, emite sons de fraca intensidade para recolher as respostas produzidas pela orelha interna do bebê.

Teste do olhinho

Recomenda-se que o exame seja realizado ainda na maternidade (ou primeira semana). Direciona-se um feixe de luz nos olhos do bebê e o reflexo deverá ser vermelho. Quando o reflexo é branco, pode ser alguma obstrução do eixo óptico causada por doenças como catarata, glaucoma e retinoblastoma, tumor maligno que se desenvolve na retina.

Teste do coraçãozinho

Por determinação do Ministério da Saúde, o exame é obrigatório desde junho de 2014 e deve ser realizado nas maternidades após as primeiras 24 horas de vida e antes da alta hospitalar. É simples e não causa dor: um aparelho (oxímetro) monitora o nível de oxigênio no sangue do bebê. Primeiro, verifica-se na mão e depois no pé. Se entre a saturação do pé e a da mão houver uma diferença de 3% ou mais, ou se em apenas uma das medições for constatada uma saturação igual ou inferior a 95%, o bebê deve ser encaminhado ao cardiopediatra para uma avaliação mais aprofundada, pois pode ter algum tipo de cardiopatia.

Teste da linguinha

Avalia se o frênulo (prega de tecido) limita os movimentos da lígua podendo atrapalhar a amamentação e posteriormente, alimentação e fala. O Brasil é o primeiro país a oferecer esse teste, que foi idealizado pela fonoaudióloga Roberta Martinelli e se tornou lei no final do ano passado.

Teste do quadril

Deve ser realizado nas primeiras horas de vida, o pediatra realiza alguns movimentos para detectar duas doenças: luxação congênita de quadril e instabilidade de quadril. Apesar de pouco conhecido, é um procedimento simples que pode prevenir problemas sérios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s