Consumo compartilhado entre crianças

Olá! Como vai você? Eu preciso saber da sua vida.

Espero que tenha aproveitado o feriadão!

Aqui em Natal foi feriado na sexta.

Três dias em casa curtindo a família!!!

Mas acabou a mordomia e começou a correria.

E vamos ao post de hoje que tem uma super dica!

quintaldetrocas

Théo tem seis anos e muitos brinquedos. É o que dizem.

Marido chamou a psicóloga arquiteta aqui em casa e ela atestou.

Uma amiga veio e também achou a mesma coisa.

Não, não somos acumuladores de brinquedos.

Eu sou uma pessoa desapegada (ou tento ser).

Quando alguém gosta de algo que é meu eu digo logo: agora é seu.

Uma vez, Théo era bem pequeno e ganhou um presente incompatível com a idade dele.

Outra criança estava presente e demonstrou interesse. O que eu fiz: pode ficar!

Ok, não faria novamente. Afinal, era para ele! Ou seja, dele.

Antes mesmo de nascer, Théo já tinha alguns brinquedinhos e pelúcias fofas e poeirentas.

Todo ano é uma festa de aniversário, inclusive, aos quatro ele ganhou duas comemorações.

Ele não ganha presente só nas datas comemorativas (o pai compra sempre toda semana).

Teve um dia que ele disse: não precisava, papai! P.S. Tão consciente!

Já eu sou de decorar e organizar o cantinho dele (ou seria a brinquedoteca).

Como gosto de deixar tudo arrumadinho, estou sempre separando o que ele não usa mais.

Outro dia separamos uns brinquedos para doação e outros para um bazar.

Ele participou da seleção todo empolgado (este sim, este não)!

O importante é explicar para o seu filho que aquele brinquedo pode servir para outra criança.

E que tal trocar AQUELE brinquedo, joguinho, livro ou fantasia com crianças de todo o Brasil.

Essa é a proposta do site Quintal de Trocas, idealizado pela Carol Guedes (mãe da Maria Beatriz, atriz e empresária).

Queria criar um site para mostrar para os outros pais e crianças que um único brinquedo pode virar milhares, um barquinho pode virar uma boneca…a boneca uma bola…a bola um livro…o livro uma fantasia…a fantasia um carrinho, enfim, a brincadeira nunca termina!

As vantagens são várias: favorece a sustentabilidade, diminui o consumismo e ensina novos valores.

O site também orienta que as crianças façam uma cartinha contando sua relação afetiva com o brinquedo.

A plataforma é pioneira e possibilita um outro olhar para o que está esquecido ou abandonado, além da troca de experiências.

Para participar da brincadeira é bem fácil (cinco passos) e não precisa pagar nada. Assista ao vídeo abaixo e veja como funciona.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s