Especial das Vovós – “Ele é o motivo pelo qual eu resolvi lutar”

A minha avó paterna faleceu quando eu era pequena.

Tenho poucas lembranças dela, vovó Rita.

Mas um orgulho imenso por sua história de vida.

E, principalmente, por ser a mãe do meu pai.

A minha avó materna faleceu ano passado (11/12/13).

Vovó Lourdinha era uma contadora de histórias.

Às vezes, Théo me pede para contar história (não é ler livro).

Começo como uma conhecida e ele me diz: quero uma da sua cabeça.

E vovó era assim, criava histórias da própria imaginação com tanta naturalidade.

Logo me encantei pelos seus contos e um mundo lúdico onde tudo era possível.

Vovó trabalhava em uma biblioteca e costurava (e bordava) em casa para aumentar a renda familiar.

Gostava de ler na sua cadeira de balanço e tinha muitos livros na estante e na cabeceira da cama.

Uma mulher inteligente que estava sempre compartilhando seus conhecimentos.

Quando eu tinha um trabalho da escola pesquisava nas suas enciclopédias, atlas e dicionários.

E ela quem fazia as capas dos meus trabalhos com sua letra caprichada.

Uma vez, desenhou uma linda imagem de nossa senhora para a minha aula de religião.

Eu adorava suas receitas ma-ra-vi-lho-sas! Era tudo delicioso o que ela preparava.

Na minha festa de 15 anos e no meu casamento cantou a música Fascinação, de Elis Regina.

Aprendi muito com a minha avó e sou grata a Deus pelo tempo que passamos juntas.

 ***

vovó-ym

Em abril, recebi esta mensagem de uma amiga:

Carol, você não vai contar no blog a história de sua mãe e Théo? Como ela melhorou por causa dele? Achei lindo!

Minha mãe tem três netos e Théo é o do meio.

Quando eu estava grávida, ela enfrentava algumas doenças crônicas.

Fibromialgia, neuralgia do trigêmeo, lúpus e o diagnóstico de EM.

Diante de suas limitações, ficou um tempo sem condições de se doar.

Quando Théo entrou na creche ela se lamentou por não poder ficar com ele.

Depois ele passou para a escola permanecendo no período integral.

Só que a criança cansa e no ano passado, optamos pelo semi-integral – ele tomava banho e almoçava no colégio.

Chegava à casa dos meus pais para passar a tarde lá e nos esperar.

A convivência deles dois (avó e neto), começou a dar vida nova à ela.

Como milagre mesmo, ela foi tendo dias melhores.

Inclusive, está na faculdade! Só pensa no Autocad.

Diferentemente das outras vovós que eu pedi para escrever sobre os netos, não fiz isso com ela para este post ser surpresa.

E como ela vive se declarando para o neto… Transcrevi um áudio que gravou ontem.

Ele é aquele presente de Deus. Aquela pessoa que veio para… (choro). Théo foi a surpresa, com certeza. Ele é o motivo pelo qual eu resolvi lutar. Sou completamente apaixonada por ele. Todas as alegrias dele são minhas.

Muitas vezes eu me senti aflita e angustiada por não poder fazer nada para aliviar suas dores.

E saber que o meu filho é essa pílula do amor, reconheço a providência divina.

O meu pai também tem problema neurológico e fico feliz quando vejo Théo brincando com ele. São companheiros e cúmplices!

Théo também tem Super Avós paternos e adora brincar com a priminha na Casa da Vovó.

Encerro esta semana com o Especial das Vovós agradecendo as vovós que compartilharam suas histórias conosco!

Parabéns avós do Brasil e de Portugal.

Um beijo com açúcar, com afeto!

Anúncios

3 comentários em “Especial das Vovós – “Ele é o motivo pelo qual eu resolvi lutar”

  1. Lindo o seu depoimento Carol. Linda a lembrança da sua querida vovó Lourdinha. Linda a surpresa para a sua mãe, grande exemplo de superação. Lindo o seu filho Théo, o pequeno grande companheiro dela em suas tardes. Linda você minha sobrinha, de quem eu me sinto um pouco mãe. Obrigada pelo convite para participar das homenagens às vovós nesta data, pois além de também ter sido lembrada pelo meu primeiro e amado netinho Bernardo, ainda pude também, homenagiar a minha inesquecível mãezinha.
    Um beijo no seu coração.
    Sua tia-mãe, Suêrda Valéria.

    Curtir

    1. Tia amada e querida! Inspiração e exemplo de ser humano. Sabe do tamanho da minha admiração e o quanto é especial para mim. Cresci na sua família e sou muito grata por tudo. Desde sempre ao meu lado, em todos os momentos. Inclusive, na construção da minha família. Presente nos preparativos do meu casamento e nascimento de Théo. A senhora ficou comigo no hospital e deu o primeiro banho dele em casa. Acompanhou o teste do pezinho e ajudou no primeiro aninho. Contribuiu durante esses seis anos para o futuro dele. Então, nós (3) só temos a agradecer esse amor e dedicação. Tenho a senhora no meu coração.

      Curtir

  2. Que maravilha, Carol! Como é importante o carinho que recebemos de nossos avôs!
    Ainda guardo lembranças felizes das avozinhas Mariazinha e Amazilde!
    E o amor, tão puro, dos netos pode sim proporcionar a cura de muitos males!
    Parabéns às vovos e vovôs da família!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s