Especial das Vovós – Nunca imaginei que poderia unir as minhas maiores paixões, ser “avó e professora”

Eu contei aqui como foi o meu dia de professora na escola do meu filho.

O projeto continua e hoje foi a aula da avó de um amiguinho de Théo.

Dona Grace aceitou o meu convite para compartilhar a experiência.

Ela tem três filhas e dois netos: Luís Guilherme (5) e Sophia (4).

Quando Théo chegou da aula, eu fiz aquela perguntinha básica de todo dia: como foi a aula hoje?

Sabe o que isso mamãe (fazendo gestos)?! Significa casa de oração. Aprendi sinais!

 

É com muita satisfação que participei desse projeto PAIS NA ESCOLA, uma iniciativa grandiosa e muito significativa, pois como educadora e psicopedagoga, sei da importância da parceria família/escola para o sucesso da aprendizagem dos alunos.

Hoje é um dia que realmente vai ficar marcado na minha vida, dar aulas para os meus netos. Nunca imaginei que poderia unir as minhas maiores paixões,  ser “avó e professora” no mesmo espaço e ao mesmo tempo… Estou realmente muito emocionada.

Costumam dizer por ai que na casa da avó pode tudo e que avó deseduca,  eu com certeza não fujo a regra, realmente sou babona, apaixonada  e sempre coloco que eles “Luís Guilherme e Sophia” são herdeiros do meu amor, amor que defino como incondicional, sem medida e que de tão grande não cabe dentro do peito… No entanto sempre me fiz presente na educação deles, incentivando a leitura ainda quando eles se encontravam no ventre das minhas filhas, presenteando-os e lendo para eles os contos tradicionais da nossa literatura.

A minha contribuição no referido projeto contempla a apresentação da Libras (língua Brasileira de Sinais), língua utilizada pelas pessoas surdas do nosso pais e que foi oficializada no ano de 2005. Sendo assim, o Brasil possui desde então duas línguas oficiais: Português e Libras.

Com o advento do processo de inclusão e, de acordo com a Constituição de 1988, todos têm direito à educação (Art 205), sendo assim, as escolas devem receber todas as crianças e educá-las em um único espaço, independente de condição físicas, sensoriais, social, econômica, de gênero, etnia, etc. Esse processo beneficia a todos, e aos alunos já que eles aprendem a conviver e se relacionar com diferentes pessoas, aprendendo, entre outras coisas, que todos possuem características próprias e que nenhuma é igual ao outro.

A escolha desta temática se justifica pelo fato de mostrar para os alunos a importância de se respeitar e acolher as diferenças dentro e fora do espaço escolar.

Quero agradecer a Escola, pela oportunidade e também pela educação, de todos os alunos, principalmente dos meus netos que acompanho de perto e vibro com o sucesso dos dois, que nesse exato momento encontram-se em processo de alfabetização e muito bem conduzido pelas professoras Maisa Palhano e Ezabelita Cavalcanti.

vovó-grace

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s